A COMPANHIA

Sob a direção de Vanessa Macedo, a Cia Fragmento de dança é um núcleo artístico de pesquisa e produção em dança contemporânea, sediado na cidade de São Paulo – SP, desde 2002. Ao longo dos seus anos de existência, construiu uma linguagem estética autoral interessada em discutir gênero, autoimagem, fricção entre vida e obra. Nos últimos anos, tem se voltado para a investigação do autodepoimento na cena, a experiência da alteridade e a dimensão política do falar sobre si em processos de criação. Pesquisando o que vem chamando de “dança depoimento”, reflete sobre as relações que memórias e experiências pessoais criam com e no outro, e sobre a fricção entre privado e público na cena.  A Cia tem uma intensa atuação na capital paulistana, participa constantemente de festivais nacionais e internacionais e já foi contemplada pelos principais prêmios e editais de incentivo à Dança.

 

 

EQUIPE

Coreografia e Direção: Vanessa Macedo

Assistente de Coreografia: Maitê Molnar

Interpretes: Cristiano Saraiva, Diego Hazan, Maitê Molnar, Thainá Souza, Vanessa Macedo e Vinicius Francês

Produção Executiva: AnaCris Medina

Arte Gráfica: Gustavo Domingues e Letícia Mantovani

Figurino: Daíse Neves

Criação de Luz: André Prado e Sandro Borelli

Assessoria de imprensa: Elaine Calux

 

TRAJETÓRIA

2021 - Do Improvável - Contemplado pelo 27° edital de Fomento à Dança

2020 - Amor Mundi - Contemplado pelo PROAC (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo)

2019 – À La Carte - Contemplado pelo 24º edital de Fomento à Dança

2018 – Dança para Camille  - Criado para o projeto Mulheres em Cena

2017 – Eu Outro - Contemplado pelo 20º edital de Fomento à Dança

2016 – Porque Somos Mutantes – Contemplado pelo Proac – (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo)

2015 – Um corpo só – Contemplado pelo 16º Fomento à Dança

2014 – Aos vencedores, as batatas – Contemplado pelo Proac – (Programa de Ação cultural do Estado de São Paulo)

2013 – Sem Título – Contemplado pelo 12° edital do Programa Municipal de Fomento à dança

2012 – Nuvens Insetos – Contemplado pelo 10° edital do Programa Municipal de Fomento à dança, pelo Prêmio Funarte Klauss Vianna (2013) e pelo Edital de Ocupação da Caixa Cultural (2016)

2011 – Ecos – Criação realizada sem apoio financeiro, estreou em junho de 2011 no Semanas da Dança do CCSP

2010 – Anjos Negros – Contemplado pelo Proac – (Programa de Ação cultural do Estado de São Paulo)

2010 – Corpos Frágeis – Contemplado pelo 6° edital do Programa Municipal de Fomento à Dança e pelo edital de ocupação da Caixa

2008 – Beije Minha Alma – premiado pelo 12° Cultura Inglesa Festival

2008 – Sob a Nudez dos Olhos – contemplado pelo 2° edital do Programa Municipal de Fomento à Dança e pelo Circuito SESI de Dança 2008

2007 – Versos da Última Estação – contemplado pelo PROAC -Programa de Ação Cultural para pesquisa e investigação em Dança

2006 – Sem voz, sem sono, sem vez – Criado para a Domínio Cia de Dança de Natal-RN em 2006 e remontado na Cia Fragmento neste mesmo ano

2004 – In verso – Criação realizada sem apoio financeiro, contemplada, em 2005, pelo projeto “Sesi Novos talentos”

2002 – Reticência – Criação realizada sem apoio financeiro, participou do projeto “Outras Danças” (Sesc Ipiranga), do Panorama Sesi da Dança-2003 (Sesi da Paulista) e da I Mostra Natal de Dança (Escola de Música da UFRN)

 

KASULO ESPAÇO DE ARTE

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

Espaço de resistência que já celebra mais de 10 anos de existência.

 

Em dezembro de 2008 nascia o Kasulo – Espaço de Arte e Cultura, localizado na rua Sousa Lima 300, na região da Barra Funda. Sede da Cia Fragmento de Dança e da Cia Carne Agonizante, o espaço construiu um importante elo cultural com a capital paulistana, promovendo ações de compartilhamento entre artistas de diversas áreas, investindo em formação e realizando permanentemente temporadas artísticas.

 

Ações como Terça aberta no Kasulo, Cinema na Rua, canal Murro TV, além de oficinas e aulas regulares fazem parte de sua trajetória. Também abre suas portas para discussões envolvendo políticas culturais, recebendo com frequência as reuniões do Movimento a Dança se Move.

Kasulo-sobre-preto.png
 
Foto2 Leo Lin_edited.jpg

VANESSA MACEDO

Natural de Natal – RN, iniciou seus estudos em dança com o Prof. Edson Claro na UFRN, depois de uma experiência de 10 anos como ginasta e técnica de ginástica rítmica. Coreógrafa, bailarina e diretora da Cia Fragmento de Dança de São Paulo - SP, criou 20 trabalhos artísticos, apresentando-se em várias cidades do Brasil e em importantes festivais nacionais e internacionais. Atualmente, é pós-doutoranda em artes cênicas pela ECA-USP e integrante do Grupo de Pesquisa LADCOR – Laboratório de Dramaturgias do Corpo. Formou-se em direito pela UFRN, é mestra em artes pela UNICAMP e doutora em artes cênicas pela ECA – USP. No primeiro semestre de 2019, foi professora especialista visitante no curso de graduação em dança da UNICAMP e, no segundo semestre de 2020, foi professora convidada do Programa de Pós-graduação do curso de Artes cênicas da ECA-USP. 

Ainda no ano de 2020, passou a fazer parte da coordenação artístico pedagógica do Centro de Referência da Dança. Como bailarina, dançou na Gaia Cia de Dança (Natal-RN), na Cia de Danças de Diadema (Diadema – SP), na Quasar Cia de Dança (Goiânia-GO), na Cia Carne Agonizante (São Paulo – SP). Desenvolve pesquisa sobre dramaturgia na dança, autodepoimento nas artes, representações e performatividade do feminino. É idealizadora e curadora do evento permanente “Terça Aberta no Kasulo” e da Mostra artística "Mulheres em Cena", e  uma das gestoras do Kasulo Espaço de Cultura e Arte, de São Paulo – SP, produzindo diversas atividades ligadas à arte. Participa da organização do “Movimento a Dança se Move” e desenvolve estudos na área das políticas culturais.

 
foto anacris.jpg

ANACRIS MEDINA

Produtora executiva da Cia Fragmento de Dança desde março de 2017, atua no agenciamento, planejamento e articulação dos projetos realizados pelo grupo. Cursou a graduação em Dança (bacharelado e licenciatura) pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e a pós-graduação (Lato Sensu) em Gestão de Projetos Culturais e Organização de Eventos pelo Núcleo CELACC – da Universidade de São Paulo (USP). Trabalha profissionalmente na área de produção há dezoito anos, em especial com trabalhos autorais na área de música, teatro e dança. Em 2013 fundou a empresa Jasmim Produção Cultural, com objetivo de ampliar os serviços de gestão cultural, atuando em todas as etapas dos projetos, como a elaboração, execução e prestação de contas.

IMG_0767_edited.jpg

CRISTIANO SARAIVA

Intérprete no elenco  da Cia Fragmento de dança - de 2018 a 2020 integrou o elenco de À  La Carte. Iniciou a formação artística no Programa Vocacional em 2011, sob orientação artística de Liana Zákia.  Foi integrante do Projeto Núcleo Luz de 2014 à 2018, período que contemplou os ciclos de formação I e II,  tendo participado dos espetáculos Heurói, O Lago de Nós, Okinosmov - Um Ballet Nada Russo e Espaços de Ser. Como integrante de coletivos independentes foi contemplado pelo Programa VAI, em 2013 e 2016, com os projetos Facebunda e deFORMADOS. Foi artista residente na Cia Diversidança, participando como intérprete e intérprete criador de Por que Danço? - Manifesto Poético e Desabafos. Atuou na Cia Pé no Mundo como intérprete em Arquivo Negro e outros trabalhos. Atualmente também faz parte da Cia Limanya de danças africanas e Cia Sansacroma.

DSC_4412-1.jpg

DIEGO HAZAN

Diego Hazan é intérprete na Cia Fragmento de dança desde 2014, com direção de Vanessa Macedo. Deu início aos seus estudos em Natal – RN, onde trabalhou com grandes nomes como Wanie Rose, Edson Claro, Clebio Oliveira e Marcelo Pereira. Em sua atuação como Intérprete integrou a Aviva Cia de Dança (2009 -2011), Cia de Dança do Teatro Alberto Maranhão (2011-2014), Anacã Cia de Dança (2014) e Cia de Dança Andréia Sposito (2014). Hoje também atua como Professor Contemporâneo, Heels Class e Jazz no Studio Anacã, WA Danças e Kasulo Espaço de Cultura e Artes, (Dept Cult).

mutantes280517-Leo-Lin-121.jpg

MAITÊ MOLNAR

Bailarina e assistente de direção da Cia Fragmento de Dança desde 2011, é bacharel em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda (2004 a 2007). Sua experiência profissional começou na StacattoSP ciaDança, onde foi convidada a compor o elenco por Caren Polido, que assinava a direção na época. Posteriormente a Cia contou com a direção de Fernando Machado. Na Stacatto trabalhou com coreógrafos como Ivonice Satie, Anselmo Zolla, Luiz Ferron, Sandro Borelli, entre outros. Em 2010 foi convidada para dançar no I Festival de Danza Contemporânea In Vitro, em Cuenca-Equador integrando o Núcleo Mercearia de Ideias. Em 2014, recebeu o Prêmio Denilto Gomes de Dança (da Cooperativa Paulista de Dança), como bailarina revelação, pelo espetáculo “Aos Vencedores, As Batatas” da Cia Fragmento de Dança.

IMG_0766.JPG

Bailarina da Cia Fragmento de Dança desde 2019, é formada em dança pela Escola Técnica Estadual de Artes de São Paulo (2014 - 2015), e pelo Projeto Núcleo Luz Fábricas de Cultura - Ciclo II (2016 - 2018). Foi aprendiz no Projeto Núcleo Luz Ciclo I (2014 - 2016). Estagiou na Jorge Garcia Cia de Dança (de março a agosto 2019) acompanhando a criação e circulação do espetáculo “Plano Sequência - Caixa Preta” e circulação do espetáculo interventivo “Take 2”. Fez parte da Residência dança depoimento em contágio com a Cia Fragmento de dança e convidados (novembro de 2018), dando origem ao espetáculo “À La Carte” (2019). Integrou o Viver Núcleo de Dança contemplado pela 25° Lei de Fomento à Dança com o Projeto Dispositivos de Visão (2019 a Março de 2020). Atualmente integra também o Coletivo Calcâneos e a Dentre Nós Cia de Dança.

THAINÁ SOUZA

IMG_0774.jpg

VINICIUS FRANCÊS

Bailarino da Cia Fragmento desde 2019, é artista da dança desde 2008 e graduado em Bacharel em Ciências da Computação (UNESP). Em sua trajetória profissional integrou a Cia de Danças de Diadema, Alex Darc Produções, Divinadança, iN SAiO, GRUA, FreelaCia, Projeto "Pontilhados" (Grupo Experimental/PE), Núcleo 2, Projeto Mov’ola e Cia Siameses. Foi selecionado em 2014 pelo projeto Biblioteca do Corpo, participante do Impulstanz e  espetáculo “Erendira”. Dirigiu a residência artística Mo/Ver da Cia Blick (Argentina) e criou a obra "Encuentro entre bienvenida y no-me-quiere".  Foi jurado em Mapas Culturais, Prêmio Nelson Seixas e festivais paulistas. Dirige projetos da Cia Com-tato desde 2010, atua como bailarino convidado do Mercearia de Ideias e integra a Robo.Art e o Núcleo Arcênico.

EQUIPE